Lembrando

As vezes penso no seu  trabalho diário. Nas flores secas de outono caídas no chão, naquele clima  frio e seco.

O local sempre cheio de pessoas com fisionomias tristes. No frio, elas se agasalhavam ao nascer do sol, mas suas almas continuavam frias.

Ali estavam acompanhando seus parentes ou passando pelo pior estágio que a vida pode reservar: uma doença repentina.

Passavam sempre por mim no seu trabalho diário. Talvez alguém podia passar e deixar um sorriso disfarçado no ar, não para mim, mas por deixarem suas memórias serem mais fortes naquele momento de dor.

 

 

 

Sorriam para seus momentos de glória em meio ao caos que estavam vivendo. Pois haviam pessoas que deixavam exaltar-se pela alegria para combater a dor de frente, sem reservas.  Essas nem pareciam estar em um hospital, algumas delas pareciam nem sem impostar com a dor.

Entre outras haviam as crianças, essas sempre me chamaram a atenção.

Pois a doçura da infância impedia de tirar dos seus olhos a esperança de crescer, mesmo com a chegada de uma doença grave.

Entre os pacientes estavam os de branco. Eles passavam sempre rápido com alguma coisa nas mãos e sempre haviam que responder às solicitações dos pacientes ou acompanhantes. Apesar do trabalho duro, em sua maioria estavam com um sorriso no rosto, como se aquele fosse o melhor lugar onde poderiam estar para trabalhar.

E havia ela, que me puxava pelo braço e me levava aos cantos mais inusitados  daquele hospital: quartos dos pacientes, ala de crianças com câncer, fila de medicamentos, arquivos, e tantos outros. Ela sempre me apresentava com orgulho e as pessoas notavam nossa semelhança.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: